CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

TRISTES PRESIDÊNCIAIS


O Presidente da Républica será eleito no próximo domingo, no que a mim me toca, nenhum destes candidadtos me convence, lamentavelmente, esta campanha eleitoral, que devia ter como objectivo máximo, por parte dos candidatos, de esclarecer os portugueses, quanto á politica que irá nortear o seu mandato, mas ao invés, transformou-se, numa manifestação de escárnio e mal dizer. Acusações, ataques pessoais, demagogia, popularismo, de tudo ouve um pouco, mas ideias concretas, propostas claras, menos de zero, e isto é que é lamentavel, a juntar a tudo isto uma assinalável falta de conhecimento por parte de alguns candidatos quanto ás competências do Presidente da Républica a fazer fé nas suas declarações. Temos diverssos tipos de candidadtos: por exemplo Manuel Coelho, penso que não se candidatou com o objectivo de ser Presidente mas sim aproveitar o mediatismo, para através dos ataques a Cavaco Silva, atingir indiretamente Alberto João Jardim. Defensor de Moura aproveita estas eleiçoes para aparecer e se mostrar ao partido para outros voos. Francisco Lopes é o tipico candidato de partido, mas que não trás nada de novo, um discurso igual aos anteriores candidadtos do Partido Comunista á Presidência, e que só conseguirá chegar, ao eleitorado do PCP. Fernando Nobre que começou por demonstrar alguma ingenuidade politica no inicio da campanha eleitoral o que é normal para quem não está na politica activa foi-se tornando mais agressivo com o andar da campanha mas tem um discursso populista e por vezes revela falta de conhecimento quanto ás competências do Presidente da Républica fazendo promessas que se for eleito não poderá cumprir. Manuel alegre é para mim a maior desilusão, passou, 90% da companha a atacar Cavaco Sila atravès do BPN e agora no final da campanha com o uma possivel fuga de impostas através do não pagamento de sisa de uma propriedade de Cavaco Silva, é muito pouco para um candidadto, que já anda em campanha á um ano e meio, e que se viu apoiado por dois partidos com politicas antagónicas e que obrigou Manuel Alegre, numa posição pouco clara a querer estar bem com deus e com o diabo, tentou sempre fugir, a dar opinião quanto ás acções dos dois partidos muitas vezes contrárias, talvez por isso Manuel Alegre fez da critica e do ataque a Cavaco Silva o mote da sua campanha. Manuel Alegre tentou através da menção repetitiva até á exaustão, quanto á sua militãncia anti-facista fazer passar a ideia de que é a escolha certa para Presidente da Républica, como se isso fosse suficiente. Penso que Manuel Alegre tentou jogar nos dois tabuleiros e isto vai sair caro quanto ao seu futuro politico. Temos depois Cavaco Silva que infelizmente nesta campanha só precisa de estar calado para a vencer, face aos dislates sucessivos da concorrência, tem quanto amim um erro que foi o não ter matado á nascença o caso BPN, quis tanto parecer honesto, que chegou mesmo a usar de alguma arrogância quando mencionou que seteria de nascer duas vezes para ser tão honesto quanto ele, um hipérbole que lhe poderia ter saido cara. Sendo certo que irei votar não tenho ainda a certeza em quem.

Joy

5 comentários:

São disse...

Meu amigo, fico contente por ires votar. Espero sinceramente que não votes Cavaco, porque se desmacarou totalmente nesta canpanha de má memória nem em branco, pois vai favorecer quem tiver mais votos em seu nome.

Embora, Nobre não tenha feito a campanha que se esperava, votarei nele por causa do seu magníico trabalho na AMI.


Um bom fim de semana, amigo meu.

BRANCAMAR disse...

Joy,

Vim visitar-te, matar saudades e claro gostei da tua análise que se veio a comprovar estar certíssima, mas concordo com a São quanto ao resto.

Enfim, já passou, nada a fazer por agora.

Beijos
Branca

BRANCAMAR disse...

Emendo algo que disse: nada a fazer por agora, referia-me únicamente ao voto, claro, porque há sempre muito a fazer, protestar contra as injustiças, lutar por um país melhor e muito mais.

Beijos para ti.

São disse...

Encontrei-te no Silênsio e vim aqui perguntar-te quando voltas? Tenho saudades tuas.

Um abraço.

Ah! Gostei de te conhecer, rrs

Chinha disse...

Tal como tu nenhum me convenceu e como tal nem lá fui votar...É sempre a mesma coisa infelizmente.

Bom domingo

bjitos da Chinha