CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

sábado, 9 de fevereiro de 2008

ÊXODO DA ALDEIA DA LUZ

A construção da Barragem do Alqueva teve como consequência mais mediática se assim se pode dizer ,ter submergido a antiga Aldeia da Luz,Foi construida uma outra Aldeia, que supostamente deveria ser o mais parecido possivel com a que já existia ,mas de facto não foi isso que aconteceu, criou-se uma aldeia bonitinha para os visitantes mas disfuncional e estranha para os habitantes .As ruas apertadas e sinuosas que promoviam e estreitavam os laços de vizinhança foram substituidas por autenticas avenidas que não tem nada a ver com a tipica aldeia do Alentejo rural. A juntar a isto não foram respeitados a nivel urbanistico a manutenção de aspectos ancestrais tais como a matança do porco,do fumeiro,de fazer o vinho, da preparação da azeitona que faziam parte do modo de vida dos moradores,e que não foram respeitados nas soluções de arquitectura. Os moradores que tinham uma ligação especial com o rio , onde nas suas margens trocavam dois dedos de conversa ,acontece que onde era rio agora é uma albufeira com a qual não se se identificam e que nada lhes diz . Casas com defeitos de acabamento,obras ainda por acabar ,falta de espaços verdes com sombra são outros motivos de revolta. Todos estes motivos aliado a falta de trabalho têm promovido o exôdo de muitos casais para cidades próximas ,fazendo com que a nova aldeia da Luz se torne a muito breve prazo uma aldeia Fantasma, A escola vai encerrar para o ano por falta de crianças ,dos cinco cafés existentes três já fecharam ,o comércio é praticamente inexistente. O presidente da Junta de Freguesia não cala a sua revolta por se sentir enganado pelas promessa que foram feitas pelo poder politico para facilitar a migração, mas que depois nenhuma delas foi cumprida , nomeadamente a construção de uma marina que seria suportada por um hotel um centro artesanal,um centro de recolha de azeitona e uva e uma adega , a zona industrial está parada porque não foram feitas as infraestruturas necessárias . Torna-se claro a importãncia da concretização destas obras que eram importantes para fixar a população e pólo gerador de emprego,mas nada disto foi cumprido, tornando a fuga da população da Aldeia da Luz quase inevitável.Estamos parante mais uma situação de claro desrespeito por parte do poder politico pelas populações, o que interessava era a construção da barragem e o resto que se lixe.

JOY

22 comentários:

Fátima disse...

Amigo,

Concordo com o teu texto que está muito bem escrito... afinal o que foi importante no meio disto tudo, não foram as pessoas é lamentável.

:-) Beijo

Tiago R. Cardoso disse...

Para alem de uma nova aldeia, o que se exigia eram politicas que fixassem a população e atraissem mais gente para lá, não se pode construir tudo de novo e tudo limpinho, sem se preocupar com o resto...

A Lei da Rolha disse...

É politica meu caro amigo, é politica!
Tudo é um conjunto de interesses que se criam em prol de alguns...vigaristas!!!!!!!!!
abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

Joy
Este post é um verdadeiro post no que respeita à alma daqueles que vão sendo despojados dela quando são forçados a abandonar as suas raízes e as suas memórias. Eu visitei, pela primeira vez, a Aldeia da Luz no Natal anterior à sua "morte". Vi a Aldeia a agonizar, a tristeza dos olhares que apareciam temerosos entre os batentes das janelas e nas ruas e locais de convívio.
Não quero dizer com isto que considere que não se devesse construir a barragem mas havia todo um conjunto de acompanhamentos e trabalho de inserção que deveriam ter sido feitos e não foram.
Entregou-se uma cópia fria daquilo que foi a Aldeia ad Luz e pronto. Dever cumprido e consciência tranquila. Mas não é assim. As pessoas têm memórias e identidades e também sentimentos.
Um abraço

PiresF disse...

E queixam-se depois, que o povo se afasta da política... pudera... de facto, já há muito que nada sabia desta aldeia e menos ainda que a situação era esta.

Cati disse...

É horrível... eu nem quero imaginar como me sentiria se me tivessem obrigado a sair da MINHA casa, da MINHA terra em troca de falsas promessas...

E ainda por cima o Alqueva já quase pertence aos espanhóis... Estou muito triste porque no nosso país, além de não haver preocupações com os cidadãos mais "pequenos", gastam-se milhões de euros em projectos que depois não se concretizam...

Valham-nos pessoas como tu que, sendo pequeno, vais dando um "pontapé na lata" e vais denunciando estas situações.

Um beijinho, bom domingo!

quintarantino disse...

Mais um exemplo de Portugal no seu melhor!

JOY disse...

Fátima:

As Pessoas quando confrontadas aos intresses económicos saem sempre a perder.Infelizmente.

Beijinhos
Joy

Tiago:

È a velha história das promessas feitas por politicos sem escrupulos que depois não são cumpridas.

Um abraço
Joy


Lei da Rolha:

Estou de acordo consigo, è a politica aliada á desonestide.

Um abraço
Joy

Silêncio:

Lidia,Claro que como muito bem dizes não é a Barragem que está em causa
é a forma como as coisas são conduzidads por quem de direito por causa da barragem.

Beijinho para ti
Joy

Piresf ;

Meu amigo ,as coisas são assim deixa-se cair no esquecimento ,para que não se saibam as verdades.

Um abraço
JOY

Cati:

Uma boa questão a tua ,Como reagiriamos se nos afastacem das nossas raises ? Infelizmente o poder politico está-se a borrifar para isso e temos que ser nós com as armas que temos a denunciar estes atropelos aos direitos das pessoas .

Beijinho para ti
JOY

Quint

Nem mais amigo.

Um abraço
Joy

António de Almeida disse...

-Por mero acaso ainda não fui até lá, eu que conhecia mal a Aldeia da Luz, não vou há uns anos para aquelas bandas. Mas conhecendo Portugal, nada do que escreves me surpreende. Infelizmente! West Coast on his best!

São disse...

Eu não concordei com aquela pseudo-aldeia, francamente falando.

E hoje pergunto-me: valeu a pena?
Abraços.

Blondewithaphd disse...

É, de facto, uma situação miserável, lamentável, lastimável e etc. Uma pouca vergonha entre as muitas poucas vergonhas que abundam neste país.

Carol disse...

Políticos, quem é que ainda acredita neles?!

avelaneiraflorida disse...

AI, PORTUGAL, PORTUGAL!!!!!
Anigo Joy....


AS pessoas não interessam...sim os números!!!!

Bjkas!!!!

JOY disse...

Antonio :

Infelizmente é esse o sentimento, já nada nos surpreende !

Um abração
JOY


São :

E pelos vistos tinhas toda a razão para não concordar.

Beijinho para ti
Joy

Blonde:

Muitas delas continuam esquecidas e abafadas pelo poder politico.

Fica bem
Joy

Carol :

Ainda há muita gente, que alucinada acredita. As Agências de comunicação tratam disso .

Cumprimentos
JOY

Avelaneiraflorida:

Para onde caminha este Portugal ?

Beijinhos
JOY

Louise disse...

Joy
Lindo post como linda a tua sensibilidade ao descrever a nova aldeia.
Dó de mais ver o que fizeram. E para servir quem?

Um beijo

JOY disse...

Louise:

Infelizmente não houve uma preocupação cuidada com os modos de vida da população.Alguém ficou a ganhar ,mas não foram os moradores .

Beijo para ti
Joy

Vieira Calado disse...

Você fala de matança do porco, lagar de azeite, fumeiro...
Se a ASAE souber que anda alguém a manter essas tradições bárbaras, de países subdesenvolvidos, vai lá e fecha tudo a cadeado!
Um abraço

Shadows in Love disse...

O desrespeito das aotoridades pelo povo é sempre e cada vez maior... enfim...

SILÊNCIO CULPADO disse...

JOY
Amanhã, dia 14 haverá uma postagem colectiva, de iniciativa do blog LUZ DE LUMA em defesa da inocência e contra a pedofilia. Se quiseres aderir copia a imagem que está no post de hoje no Silêncio Culpado.

No blog solidário Sol Poente http://o-sol-poente.blogspot.com, publiquei hoje uma reportagem do jornal Noticias da Manhã/Primeiro de Janeiro com o nosso amigo Raul do Sidadania.
Um abraço

JOY disse...

Amigo Vieira Calado:


è uma questão de prioridades do poder politico ,mas corre-se esse risco carissimo amigo.

Um abraço
Joy


Shadows :

È realmente triste e revoltante a falta de respeito que os politicos demonstram para com as populações.

Fica bem
Joy

Silêncio:

Amiga concerteza que estou contigo ,mais uma vez.

Beijinhos para ti
Joy

A Espuma dos Dias disse...

Este post ja e antigo, mas mesmo assim nao deixa de dar que falar!
Ainda ontem estive na Aldeia da Luz, para grande tristeza minha, aquilo parece um deserto! Nao se encontra um restaurante para comer, nao se ve pessoas na rua, nao ha nada de relevante ali que nos possa chamar!
Eu sou alentejano e vou muitas vezes para aqueles lados por causa da pesca desportiva no Alqueva!
Conheci esta nova aldeia mas a antiga nao, mas ja da para reparar as vezes que ali estive, que a tristeza na cara das pessoas dá DÓ!
Da pena ver aquelas pessoas ali "paradas no tempo"! nao sao as pessoas que teem culpa, mas sim quem teve a brilhante ideia de fazer uma coisa daquelas! Foi muito mau aquilo que fizeram, e como ja li ai num sitio, aquilo qualquer dia vai ser uma aldeia fantasma!
Ninguem se importa se se faz bem ou se faz mal, mas os nossos politicos so teem e interesse em fazer!
Abraço,
Joao Pedro Cardoso

Carla disse...

Mais uma vez as pessoas foram esquecidas em prol de outros interesses...lamentavelmente parece que tudo indica que a aldeia da Luz de vai "afundar" novamente
beijos