CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

domingo, 29 de junho de 2008

UM BASTONÀRIO SUBSIDIADO



A vida não têm estado fácil como todos devem sentir na pele , as dificuldades da vida diária aumentam, as cargas de trabalho são cada vez maiores , e os rendimentos do trabalho vão-se esfumando a uma velocidade estonteante . Todos os dias somos bombardeados com noticias que nos deixam ora angustiados com o que está para vir ,ou indignados com o que vai acontecendo,
Marinho Pinto Bastonário da ordem dos Advogados que foi eleito muito á conta de uma postura que prometia ser de rotura com o Status-Quo instituido , rápidamente começou a dar provas de estarmos perante mais um personagem que vai ficar conhecido mais pelas atoardas que diz , e por algumas atitudes que toma e que no minimo são discutiveis éticamente . Marinho Pinto transformou o cargo de Bastonário num cargo renumerado principescamente, situação inédita e sem precedentes nos seus 80 anos de história, O Bastonário que já aufere de um rendimento de 6000 euros mês ,quando terminar o seu mandato terá ainda direito a um subsidio de reintegração de cerca de 40 mil euros que corresponde a metade dos vencimentos auferidos anualmente no exercicio do cargo . Esta medida por si implementada não deixa de nos por a pensar no propósito e coerência desta atitude atendendo que no seu discursso de eleiçao se referiu á classe , e isto segundo palavras suas " uma larga Advogacia deprimida e não de luxo ", teremos aqui que pôr algumas questões ao Sr. Bastonário tais como : Alguém o obrigou a candidatar-se a Bastonário ? Alguém lhe solicitou que exercece o cargo a tempo inteiro ? Será que nos está a querer convencer que no fim do seu mandato ,terá que apesar do status que já possui na advogacia enfrentar o desemprego , Não se sente suficientemente bem renumerado com 6000 mil euros mês ? Deixo estas questões no ar, não sou advogado não tenho advogados na familia e não sou eu que lhe vou pagar o chorudo vencimento mensal que aufere ,mas sim uma larga fatia da advogacia deprimida e não de luxo através da quotização , Só para recordar que este Bastonário é o mesmo que defende que a violência doméstica não deveria ser considerada crime pùblico , é o mesmo que defende que a PJ quis decapitar a liderança do PS no famigerado caso da Casa Pia ( Piscadela de olho ao PS ? ) , é o mesmo que defende que as forças policiais prestam um mau serviço á sociedade por causa dos sindicatos ( Digam-lhe quanto ganha um policia e levem-no a visitar uma esquadra por favor ), é o mesmo que ainda recentemente defendeu que Vale e Azevedo tem razão nas criticas que faz quanto á atitude da justiça Portuguesa para com o seu caso , para não falar numa série de acusações que têm feito mas que depois como sempre , provas ? nada ! só conversa . É este o Bastonário que prometia a rotura .Esta é uma imagem que colada a muitas outras ajudam a explicar o pais que temos .
JOY

17 comentários:

António de Almeida disse...

-Uma vez que não sou advogado, são eles que pagam a representação, e a mesma não obtem financiamento público, nada a opôr. Os advogados têm mecanismos para alterarem a situação, se assim o entenderem, afinal eles é que pagam. Em qualquer caso não gosto do esilo demagogo e populista do dr Marinho Pinto, reconheço-lhe coragem, mas erra como todos nós, fica-lhe mal aquele estilo trauliteiro.

Tiago R Cardoso disse...

E o senhor Marinho ficou todo indignado com a publicação da noticia, diga-se que é uma noticia à medida dele.

Joana disse...

Beijooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo :)

Carla disse...

confesso que em determinado momento pensei que Marinho Pinto podia ser a pedrada no charco...apesar de discordar do seu estilo ligeiramente quezilento, pensei que poderia fazer a diferença, pelo menos na chamada de atenção de certas situações menos claras e menos correctas em termos do panorama judicial...enganei-me!
Por isso concordo plenamente com as tuas palavras
boa semana
beijos

São disse...

!!!!!!!!!!

Sem voz nem respiração!!!!

Feliz semana.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Joy
Os tempos que correm não são fáceis para quem procura a verticalidade, a confiança e um certo distanciamento em relação aos bens materias que garanta a isenção do julgamento.
Vivemos no salve-se quem puder através da adopção de estilos que "estejam a dar" por estarem menos vistos ou por prometerem fazer cortes com os poderes corruptos de que todos estamos cansados.
Chegamos depois à conclusão que a rotura só se fará com uma revolução de mentalidades para a qual ainda não estamos preparados.
Resta-nos remoer o enfado e a descrença.
Abraço

Jose Martins disse...

Verticalidade? Nos tempos que correm? Ná...salvem-se quem puder...Portugal ainda não é bem um "país de bananas"... Justamente "abananado"! Não passar nada...A corrupção está institucionalizada e livre.Não há tempo para os tribunais julgarem todos os casos relativos a isso.
Na minha opinião até o sr. Bastonário tem razão... Mas,mas indireitar o que está torto num país (ainda não bananas), impossível! Não tarde que seja mais um vencido da vida...mas claro está não convencido....

bernard n. shull disse...

hi mate, this is the canadin pharmacy you asked me about: the link

SILÊNCIO CULPADO disse...

JOY
Venho deixar-te um abraço.

Kalua disse...

andas desaparecido... eu também! passei só para dar um hello!
bjs

São disse...

Vim desejar-te feliz final de semana.

Zé do Cão disse...

Amigo Joy
O homem, não deu a pedrada no charco.
Deu antes a pedrada na poça.
Quanto aos 6 meses para a reintegração, se calhar tem justificação.
Haverá alguém, que lhe dê trabalho depois de passar por Bost. da Ordem?
Talvez o PS, não?

Um abração

A Lei da Rolha disse...

Tens razão no que dizes, esperava mais e melhor, vai ser político!!!
abraço

Cati disse...

Post à parte, deixo uma beijoca com saudade!

sol poente disse...

Joy
Fazes-nos falta. Esperamos por ti sempre.

Abraço

São disse...

Venho desejar-te bom fim de semana.

Miguel Ângelo disse...

Meu caro amigo, Joy
Um grande abraço e desejo-te boas férias.